segunda-feira, 26 de setembro de 2011

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Maula Mere


Maula Mere, Maula Mere, Maula Mere, Maula Mere
Meu Deus (5X)

Aankhein teri, kitni haseen
Seus olhos,tão lindos

Ki inkaa aashiq, mein ban gayaa hoon
Que me tornei amante deles.

Mujhako basaa le, inme tu
Me capturam

(Ishq hai – És o Amor)
Maula Mere, Maula Mere, Maula Mere, Maula Mere
Meu Deus (5x)

Ki inkaa aashiq, mein ban gayaa hoon
Que me tornei amante deles

Mujhako basaa le, inme tu
Meu coração diz que Teus olhos me cativaram

Mujhse yeh har ghadi, meraa dil kahe
Meu coração não se cansa de dizer isso continuamente

Tum hi ho usaki aarzoo
Voce é o que desejo

Mujhse yeh har ghadi, mere lab kahe
Meus lábios me contam isso continuamente

Teri hi ho sab guftagoo
Voce é só o que eles sabem repetir

Baatein teri itni haseen, main yaad inko jab kartaa hoon
Sua fala é tão melodiosa, que quando me lembro dela

Phoolon si aaye, khushaboo
Prevalece um aroma de flores no ar

Rakh loon chhupaa ke main kahin tujhako
Deixa-me Te esconder em algum lugar

Saayaa bhi teraa naa main doon
Onde Tua sombra não possa tocar

Rakh loon banaa ke kahin ghar, main tujhe
Deixa –me guarder –Te em meu abrigo/coração

Saath tere, main hi rahoon
Eu lá estarei sempre contigo

Zulfein teri, itni ghani
Teu cabelo tão lindo

Dekh ke inko, yeh sochataa hoon
Penso quando olho para ele

Saaye me, inake main jiyoon
em viver à sombra de Tuas mechas para sempre

(Ishq hai – És o Amor)
Maula Mere, Maula Mere, Maula Mere, Maula Mere
Meu Deus (5x)

Meraa dil yahi bolaa, meraa dil yahi bola,
Meu coração me contou, Meu coração me contou...

Yaara raaz yeh usne hai mujh par kholaa
Meu amigo...este segredo se revelou para mim...
Ki hai ishq mohabbat, jiske dil mein
Que o Amor está no coração

Usko pasand karta hai maulaa
daquele que ama DEUS!

http://www.youtube.com/watch?v=7_ZN3SbJiBI&feature=mh_lolz&list=FL5fM3Oo2clRQUVe2oNsLyuA

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sanathana Sarathi de Maio de 2011


Bhagavan Sri Sathya Sai Baba, o Amado Senhor de milhões de devotos em todas as partes do mundo, decidiu deixar Seu corpo às 7h40 do dia 24 de abril de 2011. Uma onda de choque percorreu o mundo inteiro enquanto estas notícias eram ouvidas por Seus devotos, os quais imergiram em um oceano de pesar.
Bhagavan foi hospitalizado durante um longo período de 27 dias no Instituto Sri Sathya Sai de Ciências Médicas, Prasanthigram, Puttaparthi. Esse foi um período de intensa agonia para todos os devotos, os quais se engajaram em orações, recitação de Mantras, canto de bhajans e outras práticas espirituais. Realizadas individualmente e em grupos, essas orações não foram apenas sinceras e do fundo do coração, mas foram diferentes em essência de todas as orações anteriores.
Antes, os devotos rezavam a Bhagavan pela solução de seus problemas mundanos ou para ganhos materiais. Eles pediam a Ele, por exemplo, a cura de suas doenças, para realizar o casamento de suas filhas, para salvá-los de problemas no trabalho, negócios ou família. Durante décadas, Bhagavan recebeu essas orações diariamente e recolheu sacos e sacos de cartas. Antes, os devotos queriam algo de Bhagavan.
Mas em suas orações nesses 27 dias agoniantes, rezaram apenas por Bhagavan; eles queriam seu Amado Bhagavan, e nada mais. Orações intensas e sinceras apenas por Deus divinizam e transformam os indivíduos. Mas as intenções sérias de milhões de pessoas irão, com certeza, levar a um salto quântico na consciência da humanidade que conduzirá a uma nova era de amor, paz, unidade e harmonia no mundo, que, de acordo com as declarações do próprio Bhagavan, é o real propósito da encarnação deste Avatar.
Os devotos de Bhagavan devem aceitar esta realidade dolorosa de que Bhagavan, que concedeu a todos a graça do darshan, sparshan sambhashan (visão, toque e conversa), não está mais entre eles. Mas Bhagavan alguma vez se limitou apenas à Sua forma física? Não testemunhamos como Ele se manifestou em Suas inúmeras formas simultaneamente em todos os lugares do mundo sempre que Ele assim o desejou ou onde quer que os devotos cantassem Sua glória ou orassem a Ele? Ele nos avisou infinitas vezes para que não tivéssemos apego ao corpo. Mas, devido à nossa visão estreita, algumas vezes O limitamos a Seu corpo e não vemos Sua Forma Cósmica, a qual está presente em todos os seres e permeia cada átomo do universo.
Devemos perceber esta verdade, de que Bhagavan Sri Sathya Sai Baba não é o corpo, o qual é temporário, mutável e fadado a morrer algum dia. O Verdadeiro Bhagavan Baba é Sua Mensagem. Ele é sathya, dharma, santhi, prema e ahimsa. Ele é compaixão, entrega e bondade. Se temos Seus ensinamentos, os quais Ele não apenas ensinou mas também exemplificou com Sua vida, sempre O teremos com nós, em nós, sobre nós, embaixo de nós e ao nosso redor, como Ele mesmo costumava dizer. Ele disse “Deus é Amor. Vivam em Amor”. “A Verdade é Deus; Deus é Verdade”. Portanto, a verdadeira forma de Bhagavan é Amor, Verdade e todos os Seus ensinamentos.
Na verdade, os ensinamentos de Bhagavan são Seu maior legado. Ele ensinou pelo exemplo, não apenas pelas ideias. Se Ele dizia “Amem a Todos, Sirvam a Todos”, Ele amou e serviu a todos durante toda a Sua vida, sem qualquer diferença de casta, credo, raça, religião ou nacionalidade. Ele é o único Avatar da história da humanidade que criou diversas instituições de serviço tais como escolas, universidades, hospitais, projetos de água e diversos outros estabelecimentos de serviço como sinais da manifestação de Seu amor entregado e incondicional por todos. Ele não apenas criou instituições de serviço, Ele também exemplificou o modo ideal de realizá-los, com amor. Ambos Sua Vida e Suas instituições, são um farol de luz que mostram o caminho ideal para a humanidade.
Ele criou o conceito de Narayana Seva pela redenção do homem. Narayana é a Divindade Suprema. Quando servimos a Deus, não temos orgulho, ego ou sentido de superioridade; não esperamos gratidão pelo serviço realizado. Pelo contrário, somos gratos a Deus por Ele aceitar nossa oferta e serviço. Bhagavan nos ensinou que devemos ver a Deus em todos aqueles a quem servimos. Esse é o serviço que eleva e transforma. Seva Dal, Bal Vikas (Educação Espiritual Sai), instituições educacionais com um sistema de educação baseado em valores e as Organizações Sri Sathya Sai Seva criadas por Ele em todas as partes do mundo formam parte do rico legado que Bhagavan deixou à humanidade.
Outro legado importante de Bhagavan são os Bhajans. Ele não apenas cantou e ensinou Bhajans aos outros, Ele também criou seu estilo e afinação para que todos os devotos pudessem cantar independente do idioma que falassem ou do país onde morassem. Deus, Ele disse, se manifesta onde quer que se cante Sua glória. Mas Ele não disse apenas isso, Ele se manifestou, realmente, em todas as partes do mundo na forma de Vibhuti, mel, de cumcum, etc., que saiam das fotos de deuses e deusas colocados no altar enquanto os Bhajans ocorriam.
A maneira mais fácil de se chegar a Deus nesta Era de Kali, Ele disse, é Namasmarana (Cantar o Nome Divino). Bhajans, cânticos devocionais, cantos Védicos, são as formas de chegar a Ele. Se temos Seu nome em nossos lábios enquanto nossas mãos realizam serviço desinteressado e amoroso à humanidade, com certeza obteremos Sua graça e redimiremos nossa vida.
Foi Bhagavan quem começou o “Sanathana Sarathi”, o qual iluminou milhares de leitores em todas as partes do mundo através de Sua Divina Mensagem que tem sido levada aos seus lares mês após mês durante 50 anos. “Sanathana Sarathi” sofreu uma grande perda ao perder seu fundador. É uma perda pessoal para todos aqueles a quem Ele confiou este trabalho, e todos permanecerão em dívida a Ele pelas bênçãos, amor e cuidado pessoal que lhes deu.
Do mesmo modo, todos aqueles participando em Sua Divina Missão em todos os lugares experimentaram Sua Graça abundante, a qual é uma raridade até mesmo para aqueles seres de grandes penitências. Portanto, é tempo de que todos reflitamos sobre o quanto Bhagavan enriqueceu e iluminou nossas vidas e que devolvamos ao menos uma fração dessa dívida ao dedicar nossas vidas à Sua Divina Missão.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Mahasamadhi ( Memorial) de Sri sathya Sai Baba em Prashanti Nilayan em Puttaparthi - India

“Professores! Vocês devem inspirar seus alunos pelo seu exemplo. Devem combinar a prática com o preceito, como o instrutor físico que demonstra os exercícios que os alunos devem realizar. Transmitam aos seus alunos os ensinamentos de almas grandes e nobres. A educação deve ser para a elevação. Não deve ser para a obtenção de diplomas para ganhar a vida, mas deve ser uma preparação para uma vida benéfica. Vocês devem ensinar aos alunos a observância da disciplina, da humildade e do respeito, e incutir neles o espírito de serviço à sociedade e o senso de companheirismo. Façam seus alunos absorverem confiança e coragem. Unifique-os através do amor. Que não haja espaço para ciúme, raiva ou ódio dentro de vocês. Ensinem aos alunos os três P’s: Pureza, Paciência e Perseverança. Armado com essas três qualidades, seus alunos podem proteger a nação melhor do que qualquer exército ou bombas atômicas. Quando a Verdade e a Justiça forem protegidas, a nação estará segura.”

sábado, 3 de setembro de 2011

Sábado, 3 de Setembro de 2011

“A palavra “Veda” originou se a partir da raiz “Vid”, que significa “saber”. Isso se originou a partir da frase: “Vidam qui anena ithi Vedah”, que significa: “Aquilo que revela e torna todo conhecimento claro é Veda.” O sagrado Veda instrui todos, tudo o que é exigido para o progresso espiritual de alguém. Ele também instrui a pessoa sobre os meios e métodos para superar todas as tristezas e dores e para alcançar a paz. Uma vez que a busca espiritual foi sinceramente perseguida juntamente com os objetivos materiais, os sábios do passado tiveram a sorte de receber a mensagem Védica. Tais mestres antigos eram tão abnegados e cheios de compaixão e amor que compartilharam o que tinham ouvido e apreciado com todos os que se aproximaram deles. Os Vedas são como a força da gravidade, presente em todos os lugares, em todos os momentos. A Mensagem Védica pode ser recebida por qualquer pessoa, como resultado de sua disciplina espiritual (Sadhana), bem como de sua capacidade de concentração e de experimentar a bem-aventurança resultante de praticá-la.”

Islã

“O Alcorão estabelece que todos os seres deveriam cultivar o sentido de unidade, interdependência, amor desinteressado e imanência da Divindade. Oração em um grupo produz vibrações benéficas. Oração no Islã é também uma atividade congregacional. O Islã promete um maior fluxo de êxtase quando Deus é adorado por uma multidão enorme de corações desejosos. Todos eles fazem reverência à vista da mesquita (Masjid). Eles se ajoelham em filas e inclinam-se para frente até que as palmas das mãos e a testa toquem o chão, em humilde submissão à vontade de Deus. Deus é Uno e os ensinamentos de todas as fés O exaltam como Amor, Compaixão, Tolerância e Harmonia. O Islã ensina que a Graça de Deus pode ser conseguida através da justiça e de uma vida reta; riqueza, erudição e poder não podem conquistá-lo. Somente o amor sagrado pode agradar ao Senhor. Essa é a mensagem de cada religião.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Ganesha Chaturti - Dia de Ganesha

Segunda-feira,  9 de Setembro de 2013


“Vinayaka é a personificação da inteligência. Você será confrontado com muitos obstáculos (Vighnas) na jornada da vida. Orações oferecidas a Ganapathi - que é mais conhecido como Vighneswara - irão ajudá-lo a remover tais obstáculos e minimizar impedimentos. O Amor é o elemento mais importante na vida. Somente através do amor você pode unificar o mundo. É a ausência de amor que é a causa do ódio. É esse ódio que está minando a natureza humana. Apesar do fato de ser difícil nutrir ódio, embora seja mais fácil promover o amor, as pessoas estão engajadas em fazer o que é difícil. A partir de hoje, abandone o egoísmo (Swaartha), direcione sua mente para o Supremo (Parartha), leve uma vida de Verdade (Yadaartha) e a santifique. Coloque sua fé em Deus e faça seu dever com o melhor de sua capacidade. Sature-se com amor e compartilhe-o com todos. Se você ganhar o amor de Deus, mesmo na menor proporção, você experimentará alegria infinita.”
Sai Baba